terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Talentos. By Christian Martins

Minha parábola favorita e a parábola dos talentos. Ela procura despertar em nos o continuo desenvolvimento e o uso de nossas habilidades. Ela nos adverte que ao negligenciarmos estas habilidades estamos fadados a perde-las.
Precisamos desenvolver sempre nosso conhecimento, nossa ciencia sobre o mundo e o universo. Nunca parar de aprender. O estudo e necessário para mantermos nosso celebro estimulado e sadio. E comprovado que doenças como Alzheimer tem maior incidência em pessoas que não estimulam seus cérebros continuamente. Isso e importante não pela saúde mas, pelo prazer de compreender o que nos cerca. Conhecimento e como mel, se multiplica ao ser trabalhado, ciência e como amor, aumenta quando repartida. O bom professor nunca sai de uma aula sem aprender algo novo, assim como o bom aluno sempre completa o que aprendeu com sua própria experiência.
Outro dia vi na TV um pedagogo apresentando um trabalho onde ao invés de reforçar as áreas onde os alunos tinham dificuldades, se procurou motivar os alunos nas áreas onde eles iam bem. Os resultados foram surpreendentes pois os alunos tiveram mais sucesso dos que trabalharam seus pontos fracos, mesmo nas áreas onde encontravam mais dificuldades. Isso nos mostra mais uma vez o quanto e benéfico e necessário desenvolver nossos dons e alimentar nossa curiosidade.
Desenvolva seus dons, sejam eles quais forem; Cozinhar, cantar, escrever, geometria, astronomia... trabalhe os assuntos que gostas, tente novos diariamente, nunca pare de aprender e medite como todas estas coisas se relacionam com o universo e assim receba mais talentos.
Uma boa jornada para todos, repleta de ciência, paz e alegria.

4 comentários:

Cinira disse...

Adorei!!!!! Grande lição!!!

Bjss

Vanessa disse...

Eu estava conversando sobre alzheimer com o meu marido ontem e lembrei do filme Iris, com Judi Dench que conta a história real de uma escritora ( que exercitou o cerebro a vida toda) que morreu em decorrencia de complicações do mal de alzheimer. Isso parece querer dizer que as coisas não são assim tão simples, não é mesmo? Infelizmente. :-)

Abraço

DILERMArtins disse...

Mas bah, tchê.
Quando estou stressado, costumo fazer algo de que gosto, é um santo remédio!

Christian disse...

Vanessa,
Gostaria de agradecer o comentario e me desculpe se nao me expressei claramente no texto. Nao quiz dizer que quem exercita a mente esta livre desta doence cruel, Amaral Gurgel e um bom exemplo disso, mas que o exercicio da mente e um dos meios de prevencao para a doenca.
De acordo com a Alzheimer Research and Prevention Fundation, existem 4 pilares para a prevencao de Alzheimer: Dieta, Controle de Stress, Exericicios (corpo e mente) e Medicamentos.

Diet and Vitamins: Just like the rest of your body, your brain needs proper nutrition, blood flow, energy, and care. Discover how simple it can be to supercharge your brain health with the right diet and vitamins. Alzheimer's and nutrition can prevent the onset of Alzheimer's.

Stress Management: The effects of the daily grind on your body are well known, but did you know your brain also suffers when you're stressed out? Find out how you can benefit from easy stress-relieving techniques that can dramatically reduce your risk for developing Alzheimer's.

Exercise: It's simple: if you want to maintain a healthy body and mind, you must exercise. But, in addition to physical exercises, it's time for you to discover how mental and mind-body exercises are essential for your health and wellbeing.

Pharmaceuticals: Medications and hormones can be an important part of the answer. Working with your physician, it's vital that you understand how pharmaceuticals may be an important part of your overall solution if you have an Alzheimer's diagnosis.

Mais uma vez obrigado pela participacao e por me dar a oportunidade de esclarecer o assunto.