terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

O livro de minha vida - Christian Martins

By Christian Martins


E tão complicado escolher um livro entre tantos, tantas historias lindas e
lições para todas as horas e gostos. Lembro do primeiro livro que não pude parar de ler e fui de inicio ao fim. “O Expresso da Meia Noite”, recomendado por minha mãe, durante a adolescência livros do Paulo Coelho como O Alquimista, Diário de Um Mago e as Valquírias e sua traducao do Don Supremos me acompanharam. No inicio da minha vida adulta, depois de perambular por ai fiz minha escolha religiosa e a Bíblia passou a ser também um livro muito importante na minha vida. Num momento de mudança na minha carreira tive o imenso prazer de encontrar um livro maravilhoso que todos os pais, professores, técnicos de esporte e pessoas que de alguma forma exercitam o papel de liderança deveriam ler. O Monge e o Executivo. Agora mesmo estou lendo uma versão em Inglês que encontrei na biblioteca aqui de O Tempo e o Vento, um livro para matar a saudade de casa.
Mas, tem um livro que mora no meu coração, pois lembro de -lo quando criança e o li para meu filho. Um livro especial que pode ser lido a qualquer idade em diferentes ocasiões e sempre nos mostra algo novo, com tantas interpretações diferentes. O livro da minha vida e o O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-Exupéry.

Leiam ele para seus filhos, com seus filhos. Vocês irão entender que aventura maravilhosa os aguardam.

Beijo a todos.

7 comentários:

Vanessa disse...

Christiam, obrigada por participar da coletiva. Estou com este livro guardadinho aqui para o meu filho que tem apenas um aninho. Lindo demais.

Abraço

Lis disse...

Este livro é maravilhoso!Eu o li alguns anos atrás e mesmo tendo poucas páginas,em comparação a outros clássicos,tem muitos ensinamentos que tocam a nossa alma!!
e citando o Pequeno Princípe:"Você é responsável por aquilo que cativas"!Voltarei mais vezes para visitar seu cantinho...

Luciana disse...

Dilermano, o Pequeno Príncipe é mesmo um livro fantástico. Sempre indico aos meus alunos que leiam. Enriquece a alma. Adorei essablogagem, é bem providencial.

Beijos!

Lunna disse...

Eu li o pequeno principe quando era menina, menor. Tudo isso me pareceu um pleonasmo agora (rs). Bem, mas eu tinhas uns quatro anos de idade e vivia dizendo aquela bendita frase para todos os lados "tu te tornas responsável por tudo aquilo que cativas". Abraços meus no meio da tarde acalorada de fim verão, quase março... E avisam os céus, as águas de março estão a caminho...

Francisco Sobreira disse...

Dilermano,
Faço minhas as palavras de Luciana. Um abraço e bom carnaval (se você for ou não de carnaval).

Francisco Sobreira disse...

Dilermano,
Exupéri foi um escritor importante, até elogiado por Gide, mas é um tanto subestimado pela crítica. Infelizmente. Um abraço.

Maria Borio disse...

Meu querido(arteiro)concordo com Cristian,q è complicado escolher, entre tantos livros,tenho lido muito livros bons!Mas lembro de um, que prendeu muito, a minha atençâo,um livro simples,mas que recomendo q as pessoas leiam(O Futuro da Humanidade)de Augusto Cury.um bjâo