domingo, 8 de fevereiro de 2009

...péssimas notícias!!!

(Posted by César Elias - colaborador do ARTeiro)

Só há uma coisa mais angustiante do que olhar nos olhos negros de uma jovem de 24 anos, mãe de um pequeno de 3 anos, e buscar entre essa angústia as palavras menos pesadas para anuciar-lhe o inesperado, e inevitável: seus vômitos se devem a um agressivo CÂNCER que tomou seu estômago! Desespero, a vida num piscar de olhos, choro, tensão, medo, tudo potencializado pela lembrança do pai falecido de Câncer no esôfago, anos atrás. Nada pode consolar um coração nesse momento.

Não se aprende isso nos livros, muito menos na sala de aula. Bom seria se sem corações pudéssemos ser. Ou ao menos num escudo forte pudéssemos escondê-lo.

Entretanto, receber essa péssima notícia, sem dúvida, é o que há de mais angustiante...

A cena repete-se mais tarde. Os olhos negros agora são da mãe. Incrédulos, paralisam o tempo.


No outro dia o retorno. O que esperar desse momento? …ao entrar no quarto, o inesperado, num carnudo sorriso sou recebido. Sorriso? Sim, um sereno sorriso... Num instante, a automática pergunta “como estás?” recebe a maior lição para a vida: “Hoje estou bem, Dr., minha família está comigo e eu tenho fé em Deus! Hoje à noite vou ver meu filho. (novo sorriso!!!) Já sabem se haverá cirurgia?”.

“Tudo posso naquele que me fortalece!” Fl 4, 13

10 comentários:

Patricia Daltro disse...

Que Deus dê muita força a essa mãe e a ampare nesse momento tão difícil. Também sou mãe de um menino de três anos e ao ler seu post meu coração se apertou de tal maneira...

DILERMArtins disse...

Todo o ofício tem horas boas e horas ruins... Faz parte da vida, é claro que na tua profissão, já que lida com a doença e até com a morte, as más horas têm um peso muito grande, mas sei que é em momentos como este que tua Fé e Esperança te darão respostas.

Anônimo disse...

Deus sempre nos mostra uma maneira de enfrentar nossos problemas...lendo esta tua postagem me senti covarde por minhas depressões, pelos meus pânicos. Fizeste ver que apesar de tudo, sou uma pessoa previlegiada,pois aconteça o que acontecer , meus filhos estão criados,fornmados e estão bem ...Tenho certeza absoluta que ELE foi generoso comigo,pois a dor de ser com um dos meus filhos seria mil vezes pior , Tenho FÉ, que ainda poderei estar muito tempo ainda junto daqueles que AMO tanto. Obrigada César por fazer parte da minha vida também e que nunca percas esta sensibilidade,esse amor em Deus e que pelas tuas mãos muitas pessoas sejam alividas e curadas de suas dores...bjs
Vera

Cinira disse...

É dizem que a medicina afasta os médicos de Deus. Besteira na minha opinião. Me encho de orgulho quando vejo que és médicos, lutas contra a morte, mas jamais medes forças com Deus.
Quanto a moça com Câncer...colocarei ela em minhas orações!

Bjss

Nira

Regina Elias disse...

Filho amado!
Acabei de ler...
Estou chorando...
Meu coração está apertado demais...
Rezo por ti e pela tua paciente.
Teu coração é composto de puro amor e isto permite que sejas também "um médico de almas".
Coloca Maria para entrar antes de ti em cada porta que abrires e Ela vai te dar a força que precisas nestas horas.
Força, filho!
Deus está contigo!
Te amo!

Cláudia A. Elias Fernandes disse...

Há coisas na vida para as quais jamais estaremos preparados; nessas horas, as lições chegaram por meio de anjos que nascem enviados por Deus para nos mostrar como podemos ser melhores.

Moça da Lampada disse...

Querido...a nossa vida é assim mesmo...eu sei do que se trata a tal "angustia"...mas é nessa hora que Deus nos faz ereto e nos da uma força inexplicável. E quero te contar um dos meus “segredos”......dizem que é “coisa” de enfermeira...eu sempre rezo e peço a Deus que mantenha acesa a chama dentro do meu coração... a chama da “angustia”....da dor...mas principalmente a da emoção de FAZER A DIFERENÇA...independente da caminhada ou de onde esse caminho vai me levar...BOA SORTE.....

Kenia Mello disse...

Como encarar os fatos da vida, por mais difíceis que eles sejam, é que faz a diferença.
Beijo.

Jorlete disse...

Com certeza a família e a fé em Deus nos dá força para enfrentar melhor nossos problemas, nossas dores.
Que essa mãe e essa família nunca perca a fé e a esperança! Muita força para eles.
Jorlete

Regina Elias disse...

DEUS PROVERÁ:
Forças para esta mãe!!
Luz para que encontres as palavras certas, na hora certa!

Estarei orando por esta anônima guerreira que faz da sua FÉ, a força.

Vai em frente, filho, que a profissão que escolheste é uma doação de amor constante e uma presença de Deus sempre.

Que Ele continue contigo, e que Maria entre antes de ti em cada porta que abrires.

Um grande beijo.
Regina