segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Piada de Segunda(parte 36)



Jogos Mortais.

By Autor Desconhecido

Uma mulher chegou inesperadamente em casa e encontrou seu marido na cama com outra .
Louca de raiva, ela pegou uma arma e arrastou o marido até a garagem.
Chegando lá, prendeu o pênis dele numa morsa em cima da bancada, apertou até ficar bem preso e retirou a alavanca da morsa para evitar que se soltasse.
Depois foi ao armário de ferramentas, retirou um serrote e colocou-o na bancada, ao lado do marido.
O marido gritou:
- Querida, você não vai cortar meu pinto, vai?
E ela respondeu com ar irônico:
-Não, você é que vai. Eu só vou botar fogo na garagem !


Imagem by Google

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Procura-se um Autor (12)

Desejos

Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.



Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconseqüentes,
Sejam corajosos e fiéis,
E que pelo menos num deles
Você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim,
Desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
Mas na medida exata para que, algumas vezes,
Você se interpele a respeito
De suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiado seguro.



Desejo depois que você seja útil,
Mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
Quando não restar mais nada,
Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.



Desejo ainda que você seja tolerante,
Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
Você sirva de exemplo aos outros.



Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais,
E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
É preciso deixar que elas escorram por entre nós.



Desejo por sinal que você seja triste,
Não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
Que o riso diário é bom,
O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.



Desejo que você descubra,
Com o máximo de urgência,
Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.



Desejo ainda que você afague um gato,
Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque, assim, você se sentirá bem por nada.
Desejo também que você plante uma semente,
Por mais minúscula que seja,
E acompanhe o seu crescimento,
Para que você saiba de quantas
Muitas vidas é feita uma árvore.



Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
Porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele
Na sua frente e diga "Isso é meu",
Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.



Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
Por ele e por você,
Mas que se morrer, você possa chorar
Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.



Desejo por fim que você sendo homem,
Tenha uma boa mulher,
E que sendo mulher,
Tenha um bom homem
E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
E quando estiverem exaustos e sorridentes,
Ainda haja amor para recomeçar.
E se tudo isso acontecer,
Não tenho mais nada a te desejar.

 
Texto de autor desconhecido, alguns pensam ser da autoria de Victor Hugo, mas não há certeza,  são versos lindos que recebi e compartilho com vocês neste Natal.
Imagem by Google

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Piada de Segunda (HOJE NÃO)

Peço desculpas aos leitores que buscam a tradicional Piada de Segunda, mas hoje não posso, sinto dor e saudades da minha querida tia Lili, que nos deixou, assim vou falar ...


Da morte

Como compreendê-la?

Se a morte do desconhecido causa horror,
a do amigo, do ente querido dor, temor…
No entanto, ambos cumpriram seu caminho.
Nosso caminho…

Como compreendê-la?

Sem entender a semente, que um dia enfeitou o alto da floresta e
agora joga-se na terra, buscando seu destino.
Nosso destino…

Como compreendê-la?

Sem olhar as estrêlas no céu e nos reconhecer na sua luz.
Nossa luz…

Como compreendê-la?

Se não, abrindo nossos corações para a verdade de que, assim como as sementes e estrêlas, temos conhecimento do mistério: Vida e morte fazem parte da mesma estrada, e
entregando o corpo à terra , libertamos o espírito para voar em busca do Criador.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Comprei uma cuscuzeira



Rio Grande é uma cidade que sempre nos surpriende, outro dia caminhando pela Rua 24 de Maio, rua de comércio, dei de cara com uma pilha de cuscuzeiras. Grandes, médias e pequenas, lá estavam elas, brilhando!

Comprei uma de tamanho médio.

Dependendo de que lugar do Brasil você é, deve estar se perguntando: Comprou uma cuscuzeira, e daí? Ou, que diabos afinal é uma cuscuzeira?

Primeiro, pra quem não sabe, cuscuzeira é uma panela especial, que serve para fazer cucuz, uma espécie de bolo de fubá que se come quente no café da manhã ou da noite, de preferência acompanhado com manteiga, muito popular na Região Nordeste do Brasil.

Já pra turma do e daí? Digo: Aqui no sul do país, são raras as pessoas que conhecem e apreciam o cuscus.

As cuscuzeiras só apareceram na loja, aqui em Rio Grande, graças ao pessoal do Nordeste que está trabalhando na construção de uma plataforma de petróleo e a preocupação da lojista em bem atender sua clientela.

Veja meu diálogo com ela:

- Eu nem sabia o que era cuscuzeira, mas o pessoal começou a perguntar, liguei pra fábrica, encomendei e ai estão elas!

São R$ 14,99. Mais alguma coisa?

- Não obrigado!

Sai , feliz da vida, com a cuscuzeira debaixo do braço.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Procura-se um Autor (parte11)

A fábula do Porco-Espinho
Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.
Por isso decidiram se afastar uns dos outros e voltaram a morrer congelados, então precisavam fazer uma escolha: ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.
Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.
Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com o próximo poderia causar, já que o mais importante era o calor do outro.
E assim sobreviveram.


Recebi por email, a fábula e as imagens, ambos sem creditos ao autor, ou autores, mesmo assim, resolvi publicar , o texto por nos levar a pensar naqueles que estão mais próximos de nós, que,  em muitas ocasiões, nos causam pequenas feridas, mas que são eles também, quem nos aquece a vida com o calor da sua amizade e do seu amor.
Sobre as imagens :  Filhotes sempre são lindos, até os de Porco-Espinho.   Representam mais que figurinhas  sem geito,  são testemunhas de que a vida venceu novamente!


segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Piada de segunda (parte 35)

Rir! Ainda é o melhor remédio...


Pavio curto


O sujeito conhece uma gata na noitada e logo leva ela pro motel.

Lá dentro ele tira a camisa, deixa o seu bíceps à mostra e diz:

- Isso são 80kg de dinamite!

Mostra o abdômen e diz:

- 100kg de dinamite!

Depois tira a bermuda, mostra as coxas e diz:

- 120kg de dinamite!

Enfim ele tira a cueca samba-canção e a mulher sai correndo pelos corredores do motel, gritando:

- Evacuem o motel!!! O meu quarto está lotado de dinamite e o pavio é curtinho, curtinho!!!


Imagem copiada do Google.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Quem paga a conta?




Hoje amanheci com os pés molhados, como diz um querido amigo, pensei escrever uma crônica cáustica em resposta a pergunta que corre na mídia: Quem vai pagar a conta do aquecimento global?
Como assim? Quem vai paga? Nós não vamos pagar! Já estamos pagando!
Mês passado no Rio Grande do Sul, três cheias em vinte dias, esta semana em São Paulo, inundações um dia sim e no outro também, e Santa Catarina no ano passado, já esqueceram?
Pelo Brasil e mundo afora,  acontecimentos de catástrofes naturais enchem os noticiários.
Mas pensando bem vou parar por aqui, afinal esta não é a proposta deste blog, que pretende ser um espaço divertido, alegre, trivial, trabalhando mais com o longo prazo, filosofando e poetizando os assuntos, assim fica uma frase àqueles que se julgam donos do mundo e estão decidindo quem paga a conta:
Somos todos inquilinos do planeta!
É melhor ficar com as imagens do Luci(ele tem nome de mulher por um erro de avaliação na hora do batismo), para quem o sol é apenas fonte de calor para dormir ou  uma sombra para brincar.





quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Datilografia







Frequentei o Curso de Datilografia da Casa Paroquial nos anos sessenta, naquela época , um bom datilografo tinha emprego garantido.

As velhas máquinas de escrever eram preparadas com um aparato que tapava o teclado, e nós, os alunos, tínhamos que decorar a posição das teclas e no final do curso, para sermos aprovados, conseguir copiar um texto no ritmo mínimo de 90 toques por minuto. Lembro bem do som das aulas, inicialmente era um tal de tic, tic, não tic, tic, não tic, mas no final do curso era só tic, tic, tic, tic, uma verdadeira orquesta! Fui aprovado! Com 96 toques por minuto, sem erros e usando os dez dedos.

Tenho certeza que a boa datilografia me ajudou à ser bancário e essa foi minha profissão.

Durante minha vida profissional tivemos muitos avanços tecnológicos; começando pelas calculadoras mecânicas de teclado múltiplo, depois teclados simplificados, vieram as calculadoras elétricas e finalmente as eletrônicas, primeiro as de mesa e por fim as de mão que podiam ser financeiras(a que usavamos) ou científicas, as máquinas de escrever também sofreram avanços semelhantes, até chegarmos aos computadores de mesa, que são, entre outras coisas, o casamento da calculadora com a máquina de escrever.

Hoje praticamente, não existem mais cursos de datilografia, isso me entristece e preocupa; fico triste por entender que a boa datilografia foi o pranchão que nos permitiu surfar com naturalidade naquela que foi chamada a terceira onda de desenvolvimento humano e preocupado com a saúde da nova geração de digitadores que usam dois ou no máximo quatro dedos, salvo raríssimas exceções, ficando expostos as doenças profissionais causadas pelo esforço repetitivo.

É preciso estar atento e saber escolher, pois nem sempre o avanço tecnológico traz melhora na qualidade de vida.




Calculadoras de várias idades;

Posted by Picasa

Fotos do Google

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Piada de Segunda (parte 34)

Rir! Ainda é o melhor remédio...



Uma advogada andava em alta velocidade
 pela cidade com seu Tucson,
quando foi parada pelo guarda de trânsito..



O Guarda: - A senhora estava além da velocidade permitida, por favor a sua habilitação.

Advogada: - Está vencida.

Guarda: - O documento do carro.

Advogada: - O carro não é meu.

Guarda: - A senhora, por favor, abra o porta-luvas.

Advogada: - Não! posso, tem um revólver aí que usei para roubar este carro..

Guarda (já bastante preocupado): Abra o porta-malas!

Advogada: - Nem pensar! na mala está o corpo da dona deste carro, que eu matei no assalto.

O guarda , vendo-se diante das circunstâncias , resolve chamar o Sargento.

Chegando ao local o Sargento dirige-se ao advogada:

Sargento: - Habilitação e documento do carro, por favor!

Advogada: - Está aqui senhor, como vê o carro está no meu nome e a habilitação está regular.

Sargento: - Abra o porta-luvas!

Advogada (tranquilamente...): - Como vê só tem alguns papeis.

Sargento: - Abra o porta-malas!

Advogada: - Certo, aqui está... como vê, está vazio.

Sargento (constrangido): - Deve estar acontecendo algum equívoco, o meu subordinado me disse que a senhora não tinha habilitação, que não era a dona do carro, pois o tinha roubado, com um revólver que estava no porta luvas, de uma mulher cujo corpo estava no porta malas.

Advogada: - Só falta agora esse sacana dizer que eu estava em alta velocidade!!!

domingo, 6 de dezembro de 2009

Marketing apocalíptico!

By César Elias


Uma mistura de Independency Day com Armageddon, com um grande banho de marketing... esssa é a decepcionante imagem que fica dessa nova grande obra de efeitos especiais Holywoodiana. Muita computação gráfica, algumas boas cenas de ação (em especial de carros e aviões), muitos "frias" e um roteiro feijão com arroz apocalíptico completam o cenário do filme 2012...

...sobre o cartaz aí com a imagem do rio?? ilude-se quem pensa que tem cenas no Brasil...

Mais uma marketagem, aparece uma cena do Cristo Redentor uns 2 segundos e meio em forma de noticiário na TV.

Essa é a minha opnião... alguém discorda??

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Colhelheiros


Os colhelheiros são aves migratórias, aqui aparecem sempre no    final da primavera, nestes dias mais do que colorir de rosa nossos campos eles são testemunhas de que a natureza continua               resistindo...                                                                                      

Mas até quando?                         



segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Piada de Segunda (Parte 33)


Rir! Ainda é o melhor remédio...




FALAR CORRETAMENTE É ÓTIMO, DESDE QUE COM O
INTERLOCUTOR CERTO...


A moça, de família, patricinha, se preparou toda para ir ao forró.
Chegando lá, um cabra suarento e banguela pede pra dançar com ela e, para não arrumar confusão, ela aceita.

Mas o matuto suava tanto que ela já não estava suportando mais! A moça foi se afastando, e disse:
- Você sua, hein!

Ele a puxou, lascou um beijo e respondeu:

- Tamém sê seu, Princesa!

Imagem: Oleo sobre tela de João Werner



.

domingo, 29 de novembro de 2009

ARTeiro Premiado !

A Outra, conto de nossa autoria, foi premiado na Festa do 4º Aniversário do blog
Quer Ler eu Deixo, é só clicar na imagem:







Agradecimento: Agradeço a Verinha,
minha leitora nº 1 e principal crítica.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Mariza

Vi no Jô Soares Duas da Madruga, gostei e compartilho; a cantora portuguesa, Mariza, além do "Ó Gente da Minha Terra" teve "Cadeira Vazia" à capela.

Lindo!

Ó Gente da Minha Terra
Mariza
Composição: Amália Rodrigues

É meu e vosso este fado
Destino que nos amarra
Por mais que seja negado
Às cordas de uma guitarra
Sempre que se ouve o gemido
De uma guitarra a cantar
Fica-se logo perdido
Com vontade de chorar
Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que recebi
E pareceria ternura
Se eu me deixasse embalar
Era maior a amargura
Menos triste o meu cantar
Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que recebi
(SOLO)

Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que recebi





quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Made in China

Chinese eye test

THIS IS BRILLIANT!!!






Não consegue ler??
... experimente puxar os cantos dos olhos como os chineses.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Fair Play

Comparando dois vídeos...
Sem Fair Play:



Com Fair Play:

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Piada de Segunda (parte 32)




Rir! Ainda é o melhor remédio...

Não pense que as
Advogadas
são iguais aos
Advogados.

Quando Eduardo, um belo e promissor jovem Advogado, descobriu que herdaria uma fortuna quando seu pai morresse devido a uma doença terminal, decidiu que era uma boa altura para encontrar uma mulher que fosse a sua companheira para a vida fácil que se avizinhava.
Assim, numa determinada noite, ele foi até ao bar da Ordem dos Advogados, onde conheceu uma Advogada, a mais bonita que já tinha visto em toda a sua vida.
Sua extraordinária beleza, o porte elegante, o corpo curvilíneo, a inteligência, a maneira de falar... Deixaram-no sem respiração.
- Eu posso parecer um advogado comum - disse-lhe, enquanto iniciava o diálogo para a conquista da musa - mas, dentro de dois ou três meses, o meu pai vai morrer, e eu herdarei 20 milhões de euros.
Impressionada, a bela Advogada foi para casa com ele naquela noite.
- Três dias depois, tornou-se sua madrasta...!
Créditos:
Texto: Autor desconhecido(claro?!)
Imagem : Google
.

domingo, 22 de novembro de 2009

Canário da Terra

Um das vantagens de morar numa chácara é a oportunidade de capturar boas imgens da natureza, assim estamos inaugurando esse espaço que chamaremos de Chácara Show.





Preparando o ninho...






Preparando o ninho? Não, a invasão...








Canário da Terra? Acho que esse é do MST, está invadindo a propriedade do João de Barro!

sábado, 21 de novembro de 2009

LINK 8

Li, linkei e recomendo:
Port do Blog Interlúdio




"Subversiva"

A poesia
quando chega
não respeita nada.
Nem pai nem mãe.

Mais aqui.



Meu comentário:

Mas bah, Flor.
Ferreira é genial, afinal a poesia como as pessoas, tem sua adolecência, seu tempo de rebeldia, de loucuras, mas como nós, amadurece, transforma-se em amor, compaixão e caridade...Vira uma indignação pacífica.
Parabéns pela escolha, como sempre de muito bom gosto.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Liberdade


Vinte de Novembro Dia Nacional da Consciência Negra, é dia de falar de luta, de resistência e de liberdade, nada melhor do que a poesia do palmarino Jorge Lima, para homenagear Zumbi dos Palmares e seus quilombolas:

Serra da Barriga!
Barriga de negranina!
As outras montanhas se cobrem de neves,
De noiva, de nuvens, de verde!
E tu, de Loanda, de panos-da-costa,
De argolas, de contas, de quilombos!

Serra da Barriga!
Te vejo da casa em que nasci.
Que medo danado de negro fujão!...

Jorge Lima
Poeta e escritor alagoano
3/4/1893, União (AL)16/11/1953, Rio de Janeiro (RJ)





Fotos do Parque Nacional de Zumbi -O Parque Nacional de Zumbi, palco da resistência negra contra a escravidão está localizado no interior da Serra da Barriga, patrimônio histórico nacional, a 5km da cidade de União dos Palmares AL. Foi fundado em homenagem ao líder negro Zumbi que liderou o famoso Quilombo dos Palmares.





























































Créditos:
Imagens:José Marcelo - União dos Palmares/AL


Nota: Retificamos o nome do autor das fotos.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Risco ou oportunidade?

Todos nós, os humanos, mais ou menos, sabemos das dificuldades, dos perigos de VIVER...

Transformar RISCO em OPORTUNIDADE é uma questão pessoal.


video

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Piada de Segunda (parte31)


´
Rir! Ainda é o melhor remédio...


O CORNO INTELIGENTE .

RACIOCÍNIO RÁPIDO DE UM CORNO INTELIGENTE:

O indivíduo chega de surpresa e surpreende a mulher em sua cama com outro..
Tirou o revólver da cintura,tomando cuidado para não ser percebido pelos dois, armou o gatilho e já ia se preparando para meter bala neles quando parou para pensar.
Foi se lembrando de como a sua vida de casado havia melhorado nos últimos tempos.
A esposa já não pedia dinheiro pra comprar carne, aliás, nem para comprar vestidos, jóias e sapatos, apesar de todos os dias aparecer com um vestido novo, uma jóia nova ou uma sandalinha da moda.
Os meninos mudaram da escola pública do bairro para um cursinho super chique. Sem contar que a mulher trocou de carro, apesar de ele estar a quatro anos sem aumento e ter cortado a mesada dela.O supermercado então, nem se fala, eles nunca tiveram tanta fartura quanto nos últimos meses.
E as contas de luz, água, telefone, internet, celular e cartão de crédito, fazia tempo que ele nem ouvia falar delas.
O caso é que a mulher dele era mesmo um aviãozinho, baixinha, toda gostosinha, mesmo com três filhos o tempo não passava pra ela. Coisa de louco...
Guardou a arma na cintura, com muito cuidado para não ser percebido, e foi saindo devagar, para não atrapalhar os dois.
'Parou na porta da sala, refletiu um pouco e disse para si mesmo:'
- O cara paga o aluguel, o supermercado, a escola das crianças, as contas da casa, o carro, o shopping, todas as despesas e eu ainda vou pra cama com ela todos os dias...
'E, fechando a porta atrás de si, concluiu sorrindo:

'Puta que o pariu... O CORNO É ELE !!!!

sábado, 14 de novembro de 2009

Link 7

Li, linkei e recomendo:
Post do Blog Thiago Luz

Pergunta Circense
Qual o próximo passo da aluna da Uniban que foi hostilizada por outros alunos pela (pouca) roupa que usava?
Mais aqui.




Meu comentário:

Mas bah, Thiago.
O linchamento moral e quase físico, da aluna da Uniban, é um exemplo da violência coletiva que está latente na nossa população e pode explodir a qualquer momento, é preciso ter cuidado, as vezes uma palavra, uma buzinada ou simplesmente um vestido mais curto, podem desencadear acontencimentos inesperados e indesejáveis.Quanto ao episódio em foco, arrisco o palpite: Os agressores não serão punidos, a Uniban vai fazer um acordo judicial com a moça e a Geiza (ou Geisa), provavelmente vai posar para alguma revista masculina.


quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Sobre Violência



Postagem de participação na coletiva promovida pelo Blog Mix Cultural, da Beta, uma bloguera preocupada com a violência do nosso cotidiano, em busca de soluções.
Dois Contos e uma Crônica





Passa a bolsa tia!


Ele atravessou a rua em sua direção, ela no ponto de ônibus, pensou “vou ser assaltada”, jogou fora o resto do cigarro que fumava e esperou, gelada, as pernas bambas.
- Me dá um cigarro, tia.
- Não tenho…
- Então me dá uns pila.
- Também não tenho. (apertando a bolsa contra o peito)
- Passa a bolsa tia! (puxou o revólver e disparou contra o rosto da mulher)
Abriu a bolsa e só encontrou o uniforme de trabalho, sujo e a carteira de identidade.
Na mão fechada a vítima segurava seu único vale transporte.







Tudo bem tia...



Ele atravessou a rua em sua direção, ela no ponto de ônibus, pensou “vou ser assaltada”, jogou fora o resto do cigarro que fumava e esperou, gelada, as pernas bambas.
- Me dá um cigarro, tia.
- Não vais acreditar, mas acabo de fumar meu último cigarro.
- Então me dá uns pila.
- Também não vais acreditar, mas tenho só um vale transporte…
E mostrando a bolsa:
- Olha a minha bolsa, só um uniforme sujo que levo pra lavar…
- Tudo bem tia, já vi que tu é sangue bom, vou ficar ali na esquina te cuidando, tem muito malando por aqui…
Ficou na esquina até ela desaparecer dentro do ônibus.







Filhos da violência

Nós, os humanos, temos consciência que, de certa forma, somos todos filhos da violência, afinal o que é a evolução de uma espécie, senão a imposição dos mais fortes sobre os mais fracos, se estamos aqui é certamente, porque algum ancestral nosso foi mais forte, entenda-se forte, não como virtude moral ou religiosa; fortaleza de espírito, não, esse forte é de força bruta, violência!
Desde tempos imemoriais faz parte do cotidiano humano a violência calar o diálogo, indivíduos entre si, sociedade contra seus membros, nações contra nações, todos eventualmente, fazem uso de força para atingir seus propósitos, mesmo as civilizações mais avançadas não conseguiram, ainda, a tão almejada paz.
Nos nossos dias é possível ver claramente, alguns exemplos de como o desrespeito causa violência:
Do ponto de vista individual , não é necessário falar do consumo de fumo, álcool, e outras drogas, basta simplesmente mencionar a alimentação, na maneira como aqueles que tem mesa farta tratam a comida, desperdiçando e cometendo exageros, desrespeitando a si e aos demais, agridem o próprio corpo com obesidade e outras doenças ao mesmo tempo que esquecem aqueles que tem fome.
A Sociedade, com anuência de parte da população, desreipeita seus cidadãos, com políticas injustas, má distribuição de renda e no uso de aparato policial truculento que aterroriza, tortura e mata impunemente.
Por interesse nos recursos naturais ou simplesmente para impor suas políticas e seu estilo de vida, nações atacam nações matando e destruindo seus opositores.
Pode-se dizer que a razão do insucesso na busca da paz definitiva, tem origem no descaso, na imprudência e no desrespeito como tratamos as outras pessoas e a flora e fauna do planeta, agredindo a natureza, desrespeitando a humanidade e ofendendo a Deus


Para terminar é necessário dizer que um dos contos acima é real, aconteceu com uma pessoa conhecida, mas, qual deles ?
Aquele com final trágico, idêntico aos muitos casos que lotam os noticiários todos os dias?
Ou o de Final Feliz que mais parece ter saído de um conto de fadas?
Então, qual? Final Feliz ou Trágico?
Por mais incrível que possa parecer o conto com Final Feliz é verídico, incrível porque não estamos acostumados a Finais Felizes.
Agora qual foi a diferença entre as possíveis vítimas de assalto? Enquanto uma foi rude e demonstrou desconfiança e medo a outra, mesmo sabendo do risco que poderia estar correndo, tratou o estanho com confiança, compaixão e principalmente com respeito, a sua atitude fêz a diferença.
Das pessoas que encontramos na rua, muitas estão “pela gota d’agua”, podem explodir a qualquer momento, se acham tão desrespeitadas e trazem no peito um desejo de vingança tão grande, que as vezes uma única palavra ou até um vestido mais curto podem ser a diferença entre a cortesia e a violência.
Assim é possível acreditar que onde há caridade, amor e compaixão, existe respeito, não violência.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Sem Sinal







Após cinco dias Sem Sinal estamos de volta.


Piada de Segunda (parte 30)


Rir! Ainda é o melhor remédio...


O pedido

UMA mulher escuta a campainha da sua casa tocar, ao abrir a
porta dá de cara com um homem que lhe pergunta:
- A senhora tem vagina?
Assustada e indignada ela bate-lhe a porta na cara.
Na manhã seguinte, tocam a campainha, é o mesmo
homem que lhe faz a mesma pergunta.
Ela furiosa bate-lhe a porta na cara novamente.
No terceiro dia repete-se a mesma cena.
Quando o marido volta do trabalho à noite, ela enfim lhe conta o
acontecido.
Sentindo-se ultrajado ele combina com ela:
- Amor, amanhã não vou trabalhar, se esse cretino aparecer, me
escondo, você atende e eu então apareço e lhe esmurro a cara.
Na manhã seguinte, tocam a campainha, porém o marido antes de se
esconder diz para a mulher:
- Se for o mesmo homem, quando ele lhe perguntar se você tem vagina,
diga-lhe que sim para sabermos o que ele vai dizer.
Ela atende, e o homem está lá de novo com a mesma pergunta:
- A senhora tem vagina?
Ela responde: - Tenho.
Ah..., Ótimo! Então me faça a gentileza de pedir ao seu marido que
pare de usar a da minha mulher e passe a usar a sua.
Muito obrigado pela sua atenção !.....
Até logo.....
.
Créditos:
Texto de Autor desconhecido
Imagem do Google

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Piada de Segunda (parte 29)


Rir! Ainda é o melhor remédio...

Abaixo do peso

Uma mulher leva um bebê ao consultório do pediatra.
Depois da apresentação, o médico começa a examinar o bebê e vê que o seu peso está abaixo do normal e pergunta:
- O bebê se alimenta de leite materno ou de mamadeira?
- Leite materno, diz a senhora.
- Então, por favor, mostre-me os seus seios.
A mulher obedece e o médico toca, apalpa, aperta ambos os seios; gira os dedos nos mamilos; primeiro suavemente, depois com mais força, coloca as mãos em baixo e os levanta; uma vez, duas vezes; três vezes, num exame detalhado. Faz um beicinho e sacode a cabeça para ambos os lados e diz:
- Pode colocar a blusa.
Depois da senhora estar novamente composta o médico diz:
- É claro que o bebê tem peso a menos.. A senhora não tem leite nenhum.
- Eu sei, doutor. Eu sou a avó. Mas adorei ter vindo... !

Créditos:
Texto de autor desconhecido
Imagem do Google


.

sábado, 31 de outubro de 2009

Link 6


Meu comentário para o post

Os planos que fazemos na vida!!!
O que move o ser humano são as realizações que conquista na vida...
No Blog Cristiane Marino
Mais aqui


Mas bah, Cris.
Linda postagem, viver requer muitas vezes, mudar...Tem até uma frase bastante repetida da qual gosto muito: "A única coisa que não muda é que tudo muda."
Assim, mude sempre que for preciso, pois todo caminho é belo quando seguimos nossos sonhos!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Piada de Segunda Parte 28)


Rir! Ainda é o melhor remédio...

Marylu

O marido estava sentado quieto lendo seu jornal quando sua mulher, furiosa, vem da cozinha e senta-lhe o rolo de macarrão nas ideias.

Espantado, ele levanta e pergunta:
- Por que isso agora ?

- Isso é pelo papelzinho que eu encontrei no bolso de sua calça com o nome Marylu e um número..

- Querida, lembra do dia em que fui na corrida de cavalos?

Pois é... Marylu foi a égua em que eu apostei, e o número foi o quanto estavam pagando pela aposta.

Satisfeita, a mulher saiu pedindo 1001 desculpas...

Dias depois, lá estava ele novamente sentado quando leva uma nova porrada, dessa vez com a panela de pressão.

Ainda mais espantado (e zonzo), ele pergunta:
- O que foi dessa vez, meu amor???

- Sua égua ligou...

.

sábado, 24 de outubro de 2009

Link 5


Meu comentário para o post
Toras, Torá
O corte revela o tempo passado, sem alarido: arbóreo relógio de estações centenárias.
No blog Leite de Cobra
Mais Aqui




Mas bah, guria.
Que lindos versos...Nem mesmo os anos retratados no lenho da centenária árvore a fazem definitiva...É transitória, como transitórios somos nós os donos da Terra, que no final, não passamos de inquilinos!


.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Cartão Vermelho


Meme


Atendendo o convite da Patricia do blog A Vida Sem Manual.

A abrincadeira é listar dez coisas que mereçam...
Cartão vermelho para:

Motoqueiros costurando o trânsito;

Fila que não anda. Entendo que filas são bem democráticas,
no entando fila que não anda não dá;

Notícia requentada. Mídia que transforma notícia em novela, a cada dia vem um novo capítulo;

Sacola plástica. Símbolo do nosso descaso para com o planeta, é triste vê-las rolando por ai;

Mau Humor. Rir é fundamental;

Atendimento ruim. Quem trabalha com público devia entender o verdadeiro significado da frase: “Obrigado pela preferência.”;

Preço de peças e acessórios : Comprar um automóvel desmontado custa duas ou tres vezes o preço do mesmo carro pronto;

Picada de agulha no dedo. Esse aparelho de verificar o açúcar no sangue é cruel;

Canal de TV que aumenta o volume do som na hora dos comerciais.

Uso privado do espaço público. Pontos de taxi, barracas de cachorro quente, bancas de revistas, etc...


Obs.; A ordem não representa nenhuma preferência.

Meus indicados:

Coisinhas da Chica

Mix Cultura

Etnías

Luiz Martins


Thiago Luz








terça-feira, 20 de outubro de 2009




Clique no banner e conheça esse movimento internacional em prol das

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Piada de Segunda (parte 27)



Rir! Ainda é o melhor remédio...

Vaidade mata ...


Uma mulher foi levada às pressas para o CTI de um hospital.
Lá chegando , teve a chamada 'quase morte' , que é uma situação
pré-coma , e neste estado , encontrou-se com Deus:

- Que é isso? - perguntou ao Criador - Eu morri?

- Não , pelos meus cálculos , você morrerá daqui a 43 anos , 8 meses , 9 dias e 16 horas - respondeu o Eterno.

Ao voltar a si , refletindo o quanto tempo ainda tinha de vida , resolveu ficar ali mesmo naquele hospital e fez uma lipospiração , uma plástica de restauração dos seios , plástica no rosto , correção no nariz , na barriga , tirou todos os excessos , as ruguinhas e tudo mais que podia mexer para ficar linda e jovial.

Após alguns dias de sua alta médica , ao atravessar a rua , veio um veículo em alta velocidade e a atropelou , matando-a na hora.

Ao encontrar-se de novo com Deus , ela perguntou irritada:

- Puxa , Senhor , você me disse que eu tinha mais 43 anos de vida. Por que morri depois de toda aquela despesa com cirurgias plásticas!!???

E Deus aproximou-se bem dela e , olhando-a diretamente nos olhos , respondeu:

- CRIATURA , NÃO TE RECONHECI !!!!!!!


Créditos:
Texto: Autor desconhecido
Imagem: Moça diante do espelho - Pablo Picasso
.

sábado, 17 de outubro de 2009

Santo Sepulcro


Veja o interior em fotos 360, CLIQUE AQUI















sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Antitranspirantes e câncer de mama


Está no Mulheres que amamos, é sóclicar na imagem: