sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

80 anos do Nascimento de Martin Luther King

By Christian Martins



Esta semana completou-se 80 anos do nascimento de Martin Luther King, Jr., (15/01/1929-4/04/1968). Acredito que o registro e importante visto a posse semana que vem do primeiro negro presidente dos Estados Unidos

Martin Luther frequentou escolas públicas segregadas na Geórgia, obtendo o diploma de ensino médio com quinze anos de idade, ele recebeu o grau de Bacharel em Administração pelo Morehouse College, uma distinta instituição de ensino para Negros em Atlanta, em 1948, na qual tanto seu pai e avô tinham graduado-se. Após três anos de estudos teológicos no Seminário Teológico Crozer na Pensilvânia, onde foi eleito presidente de uma classe sênior predominantemente branca, recebeu o Bacharelado de Direito em 1951. Com os contactos feitos em Crozer, ele engreçou no curso de pós-graduação da Universidade de Boston, completando sua residência para o doutorado em 1953 e recebendo o grau em 1955. Em Boston, encontrou-se e casou com Coretta Scott, uma jovem mulher de incomum realizações intelectuais e artísticas. Dois filhos e duas filhas nasceram do casamento.

Em 1954, Martin Luther King aceitou a pastoral de Dexter Avenue Baptist Church, em Montgomery, Alabama. Sempre um forte trabalhador pelos direitos civis para os membros de sua raça, King era agora, um membro do comitê executivo da Associação Nacional para o Avanço de Pessoas de Cor, líder na luta pelos direitos civis. Ele estava pronto, então, no início de Dezembro de 1955, a aceitar a liderança da primeira grande demonstração Negra não violenta dos Estados Unidos, o boicote dos ônibus em Montgomery. O boicote durou 382 dias. Em 21 de dezembro de 1956, depois do Supremo Tribunal dos Estados Unidos declarar inconstitucionais as leis que exigem segregação nos ônibus, negros e brancos andava nos ônibus como iguais. Durante estes dias de boicote, King foi preso, sua casa foi bombardeada, ele foi submetido a abusos pessoais, mas ao mesmo tempo que ele surgiu como um líder negro de primeira ordem.

Em 1957 ele foi eleito presidente da Southern Christian Leadership Conference, uma organização formada para fornecer novas lideranças para o agora emergente movimento dos direitos civis. Os ideais para esta organização ele tirou do cristianismo; suas técnicas operacionais de Gandhi. Em onze anos, o período entre 1957 e 1968, King viajou mais de seis milhões de milhas e discursou mais de duas mil e quinhentas vezes, aparecendo onde havia injustiça, protestos, ou acção. Mesmo assim, ele escreveu cinco livros, e numerosos artigos. Nestes anos, ele liderou um protesto maciço em Birmingham, Alabama, que captou a atenção de todo o mundo, oferecendo o que ele chamou uma co-alisão de consciência, que inspirou sua " Letter from a Birmingham Jail", um manifesto da revolução negra; ele planejou as movimentações no Alabama para o registo de eleitores negros como; dirigiu a marcha pacífica em Washington, DC, de 250.000 pessoas onde fez seu famoso discurso, " l Have a Dream". Ele conferenciou com o Presidente John F. Kennedy e fez campanha para o presidente Lyndon B. Johnson, ele foi preso mais de vinte vezes e agredido pelo menos em quatro ocasiões, foi premiado com cinco graus honorários; foi chamado Homem do Ano pela revista Time, em 1963; e se tornou não apenas o líder simbólico dos Negros Americanos, mas também uma figura mundial.

Na idade de trinta e cinco, Martin Luther King, Jr., foi o homem mais jovem a ter recebido o Prémio Nobel da Paz. Quando notificado de sua escolha, ele anunciou que iria passar o prémio monetário de US $ 54.123 para a promoção do movimento dos direitos civis.

Na noite de 4 de Abril de 1968, enquanto na varanda do seu motel em Memphis, Tennessee, onde ele foi para liderar uma marcha de protesto em solidariedade aos lixeiros em greve dessa cidade, ele foi assassinado.

Este ano vimos a eleição de Barak Obama, primeiro presidente Negro dos Estados Unidos, algo me diz que isso não seria possível senão pelo trabalho de Martin Luther King. Um detalhe interessante e que durante a campanha para presidente, o FBI prendeu 3 jovens que planejavam o assassinato de Obama. Coinsidência ou não, eles planejavam assassinar Obama na cidade de Memphis, TN.

Um comentário:

Vanessa disse...

Muito oportuno o post e merecida a homenagem. Parabéns!