terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Darwin a 200 anos

By Christian Martins



Ontem completaram-se 200 anos do nascimento de Darwin, 150 anos da publicação se sua teoria da evolução. Que ainda hoje causa polémica, verdade que mais aqui nos Estados Unidos onde alguns grupos evangélicos insistem em brigar na justiça para que seu estudo seja retirado do curriculum de escolas publicas ou que o criacionismo seja ensinado como alternativa cientifica.
De qualquer forma, decidi escrever um pouco sobre o assunto.

Precisamos sempre manter nossa mente aberta a novos descobrimentos e a ciência e nossos cora coes abertos a nossa . e conhecimento tem naturezas diferentes, enquanto conhecimento necessita de provas, e habilidade de se acreditar por intuição sem a necessidade dessas provas. Mas acima de tudo e conhecimento não devem ser contraditórios.
Em vez de tentar validar a teoria da evolução ou a historia contada na Biblia, tentemos analisar a possibilidade de co-existência das duas historias contextualizando a historia da Bíblia considerando a teoria da evolução e verdadeira.
Se Deus a milhares de anos atrás precisasse explicar para um homem como o universo foi criado, sabendo de suas limitações, poderia ele descrever a teoria da evolução ou o big bang, ideias que são complexas ate para os homens de hoje? Ou iria ele como um pai que e pego por um jovem filho fazendo uma pergunta como essa, explica-la de uma forma simplificada, de modo a responder a pergunta em termos que o filho possa entende-la? Se tudo começou por uma gigantesca explosão (o Big Bang) porque não dizer que Deus ordenou que se criasse luz e a luz foi criada, após a explosão ou criação da luz o universo se expande, ou explicando de forma simples o firmamento e criado, se a gravidade fez com que partículas se juntassem formando os planetas e com o tempo a terra forma superfícies solidas devido a atividade vulcânicas etc... porque não simplesmente dizer que a terra e a agua são separadas...
Uma ideia não exclui a outra, na minha opinião. Acretido que conhecimento pode apenas reforçar a , a não ser que minha esteja errada. Se errada então que o conhecimento traga luz para o que e verdadeiro. Ter simplesmente , negando conhecimento e superticao. Se tens medo que conhecimento ira diminuir tua e porque tua não e Tao forte com deveria.
Quanto a Darwin, comemoremos esta data especial. Data de nascimento de um visionário que revolucionou a ciência e o mundo. Cuja ideias foram tao polémicas e avançadas que provoca controvertia ate hoje,150 anos após sua publicação. Viva Darwin!

6 comentários:

cesar elias disse...

Concordo plenamente com o teu post Christian!! E se há na evolução elo perdido, um instante em que o homem deixou pra tras os simens, esse ele sem dúvida é Deus.

A biblia não explica como, mas dáo sentido da criação!!

Cinira disse...

Adorei o post!! Concordo plenamente com tuas palavras! Aliás já tinha pensando muito sobre isso...Se observarmos as etapas "dias" da criação do mundo...percebemos que elas nada mais são do que as fases da teoria da evolução. Na minha opinião, a grandeza da criação divina está aí...Deus conduziu tudo para que o mundo evoluísse dessa forma...

Acredito que a ciência é perceira da fé, e não rival...Para aqueles que realmente crêem, a ciência só confirma aquilo que já sabemos pela fé...

é claro que os dogmas, por sua própria natureza não tem explicação científica e nem devem ter, essa é a essência da fé...mas temos exemplos como o milagre de lanciano, cuja comprovação é científica, que só faz fortarecer nossa fé no dogma da Eucaristia...

No entanto, é preciso lembrar que Deus se revela muito mais nas pequenas coisas...nas mais símples...e para que percebamos basta estar de coração aberto!!!

BJsss

ps: esse comentário tá mais pra pots, coisa de advogada...heheheh

Vanessa disse...

Sim viva Darwin! E vcs foram buscar o selinho lá no Fio?


abraço

Kenia Mello disse...

Muito interessante o texto.
Meu entendimento me leva ao Darwinismo. E acho que, sendo o Estado laico, ele deve proibir a abordagem religiosa da criação do mundo, por exemplo. Porque se for permitir, tem que dar igual oportunidade de expressão à maneira como outras religiões concebem a criação, só pra ficar nisso.
Beijo.

DILERMArtins disse...

Mas bah!
Concordo com a Kenia, sendo o Estado Laico, não deve ensinar religião nas escolas públicas, já sendo as religiões opção de fé, não devem criticar o ensino científico daquelas escolas.
Assim, viva Darwin!
Viva aqueles, que num mundo tão conturbado, conseguem viver sengundo a própria fé.
Ah! Parabéns pelo post! Muito bom!

Christian disse...

Kenia: Todos as tentativas de se retirar a teoria da evolucao ou se colocar o criacionismo no curriculum escolar das escolas publicas aqui nos Estados Unidos foram barrados pela suprema corte por serem inconstitucionais e contra a separacao estado/igreja. O que voce comentou vem de encontro a essa observacao.
As questoes de fe sao particulares de cada individuo, mesmo individuos de mesma religiao tem experiencias e pensamentos singulares sobre sua relacao com Deus. E portanto, para se respeitar esta individualidade, escolas publicas nao devem impor ensinamentos ou ponto de vistas religiosos particulares sobre seus alunos.
Obrigado pelo seu comentario.