sexta-feira, 3 de abril de 2009

Irmã Dulce



O Anjo Baiano




Bento XVI reconhece 'virtudes heroicas' de Irmã Dulce
A decisão de reconhecimento já havia sido tomada em janeiro pela Congregação para a Causa dos Santos
VATICANO - O papa Bento XVI reconheceu as "virtudes heroicas" da brasileira Dulce Lopes Pontes, a Irmã Dulce. Esse reconhecimento é o primeiro passo no processo que pode levar à canonização, quando um fiel católico já morto é reconhecido como santo pela Igreja.

Maria Rita Lopes Pontes, que adotou o nome de Dulce, pertenceu à Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Concepção da Mãe de Deus. Nasceu em Salvador, na Bahia, em 26 de maio de 1914 e morreu na mesma cidade, em 13 de março de 1992.






Noticia feliz para os católicos brasileiros, em especial os baianos, conterrâneos da irmã, que, entre outras obras, fundou o Hospital Santo Antonio, em Salvador.


Nasceu em Salvador, 26 de maio de 1914. Seu nome de batismo Maria Rita Lopes Pontes. Dulce em homenagem a sua mãe. Quando criança rezava muito e pedia sinais a Santo Antonio se deveria seguir a vida religiosa.

Desde os 13 anos começou a ajudar mendigos, enfermos e desvalidos. Até que aos 18 anos seu pai aceitou a idéia de sua filha tornar-se freira. Lutou a vida inteira por um mundo melhor.

Cuidou de pessoas doentes, transformou o galinheiro do convento num albergue para pobres. Construiu farmácia, posto de saúde e uma cooperativa de consumo. Fundou o Círculo Operário da Bahia, que além de escola de ofícios, proporcionava atividades culturais e recreativas. Quase não comia e não dormia. Os sacrifícios resultavam felicidade. Queria morrer junto aos pobres. Faleceu em 13 de março de 1992, ao lado de quem ela desejava.






2 comentários:

Cinira disse...

Glória a Deus pelos dons e a vocação de Irmã Dulce...O verdadeiro milagre dos santos se dá pelo amor...Com certeza foi por amor a Deus e aos homens que a Irmã Dulce fez tanto bem às pessoas....

Todos os dons vem de Deus...cabe a nós saber usá-los!!!

Só lembrando que estamos em plena SEMANA SANTA momento de constrição e reflexão. Momento de lembrar que se somos o que somos, é pelo amor de Cristo que se entregou por nós na Cruz...

É hora de viver a última ceia, demostrar umildade com o lava pés na quinta feira, passar pelo calvário, sofre e morrer com Jesus na sexta, para que no sábado de aluia possamos renascer para uma vida nova, cheia de graças. Vida esta que celebraremos no Domingo....A igreja nos convida a viver o trido pascal em comunidade. VAMOS CELEBRAR A PÁSCOA DO SENHOR!!!

Bjss

parabéns pelo post!!

Boa Semana

Nira

Elaine disse...

Olá!
Queira Deus que eu viva para ver esta mulher assombrosa ser oficialmente declarada santa!!!
Tão parecido o trabalho dela com o de Madre Tereza...
Boa semana para você.