sábado, 12 de junho de 2010

Palavras Mil 14 ª Edição


Post a foto em seu blog, obrigatoriamente com o link do site
Palavras Mil
não nos responsabilizamos por problemas posteriores;
• Escreva de forma narrativa, descritiva ou dissertativa acerca da foto apresentada.
• Coloque o link de seu texto nesse tópico ou deixe como comentário nesta postagem;
• As notas serão postadas no Photobucket por categoria.
• O prazo vai até sábado (12/06) às 20h, e no domingo sai o resultado com a nova foto/tema.
• A lista dos participantes da semana será apresentada após o término do prazo de entrega.





Nossa participação para essa edição:

        Foto retirada Hi5

Fim de Curso

Passara a manhã quase toda caminhando em busca de um motivo, um objeto, um modelo, uma foto afinal! Faltavam apenas dois dias para a data de entrega do trabalho de conclusão do Curso de Fotografia e ainda não tinha uma foto que respondesse a todas as dicas do mestre; enquadramento, flash necessário, flash desnecessário, cuidados com o fundo, aproveite a luz, experimente...

Sentou, cansado e desanimado, automaticamente começou a analisar o quadro em frente: A rua, os prédios em perspectiva, a riqueza de detalhes das fachadas, as árvores margeando o passeio, a variedade de luzes e sombras. Sua cabeça fervilhava de idéias, mas faltava algo, algo que realmente o motivasse, surpreendesse e respondesse plenamente sua busca.

Ia levantar para continuar a caçada, quando um pequeno automóvel parou bem a sua frente, o motorista saltou e enfiou-se dentro do capô, parecia estar sendo tragado pela boca de um terrível monstro de lata, a porta lateral abriu-se e uma noiva ameaçou descer, mas se conteve com ar aborrecido... Era isso! Ali estava o modelo, o motivo que buscava, que dava àquela esquina comum um momento único, mágico, digno de ser aprisionado para sempre pelo olho de sua objetiva.

Sacou a máquina da bolsa, ajustou-a, apontou e apertou o gatilho... O ruído característico do obturador foi o sinal de alívio. Finalmente tinha sua foto!

Saiu a passos lentos, feliz, perguntando-se: “Quem é maluco de conduzir a própria noiva num carrinho que pifa a qualquer hora”?


3 comentários:

Chica disse...

Tua abordagem foi BRILHANTE!!ADOREI!CRIATIVIDADE é tudo,né???abração,chica

Francisco Sobreira disse...

Caro Dilermano,
A foto é muito boa e parabéns por ter feito uma boa interpretação dela. Um abraço.

Irene Moreira disse...

Diler
Sua história foi espetacular!!! Brilhante participação como sempre.
Que criatividade amigo. Parabéns.
Beijos