sábado, 19 de junho de 2010

Carta de Amor





Verinha,



À tarde comum de verão se fez especial, única; saia xadrez, cabelo loiro, olhar profundo... Na angústia de querer-te fiz-me música pra te encantar e dançamos!


Como um vulcão, ardemos em paixão e com a larva e as cinzas que sobraram, fertilizamos a vida, construímos um jardim...


Andamos de mãos dadas pelo nosso jardim, contornamos vales e montanhas, atravessamos rios, retiramos espinhos e polimos pedras, mas acima de tudo plantamos flores!


Flores com seus botões, que hoje, enchem nosso caminho de cores e perfumes e que nos dão à certeza de que um dia, quando partirmos, um pouco de nós ficará testemunhando nosso amor.


Obrigado querida, por dançar comigo no grande salão da vida e antes que a música acabe te peço:


Concede-me a honra da próxima dança...













8 comentários:

Chica disse...

Maravilhosa carta à tua Verinha.Linda e ela não resistirá!abração e tudo de bom.Linda participação,chica

Tati disse...

Gostei da Carta. Doce e bela. Além de muito bem escrita.

Grande Beijo

Dalva disse...

Dois suspiros para esta linda carta de amor...

Bjs.

Irene Moreira disse...

Que carta romantica e quanto galanteio.
Belissima participação

Regina Elias disse...

Lindo, amigo!
Por isto é sempre tão lindo vê-los juntos.
Um abraço em ti e na Vera!

Flor ♥ disse...

O amor é mesmo lindo...
Adorei!
Bjs.

Vanessa disse...

Que carta mais liinda!! Muito obrigada pela participação! Vou já incluir o link.

abração

Chica disse...

Voltei prA DAR OS PARABÉNS pelo 1º lugar no mil palavras... abração,linda semana,chica