sexta-feira, 12 de março de 2010

As azulzinhas


-Sabe o Seu Paulo? Aquele da casa verde no final da rua...
-Sei...
- Deixou da mulher! Quarenta e cinco anos de casado... Sessenta e cinco de idade e se juntou com uma menina de vinte e poucos!
- Não acredito!
- Pode acreditar... Dizem até que a “sem vergonha” está grávida dele...
- Que horror!


Esse é um diálogo comum nos nossos dias, senhores na terceira idade, fazendo uso de medicamentos e abandonando tudo em busca de aventuras amorosas.
Remédios milagrosos proporcionam vitalidade extemporânea a velhinhos desavisados, expondo-os a doenças sexualmente transmissíveis e pior, ao vexame de no final da vida, tornarem-se ridículos e imorais. Como se não bastasse, a conta é nossa: Mulheres casadas em caso de morte do marido, recebem da Previdência Social, uma pensão. Normalmente sobrevivem cerca de quinze a vinte anos. Agora imagine uma mulher de vinte e poucos anos sendo agraciada com uma pensão vitalícia...
Pois é... Velhinhos safadinhos não têm graça.

Imagem by Google

6 comentários:

Chica disse...

E não tem mesmo. Não se enxergam! E além de tudo acreditam que elas estão apaixonadas...Pode? Burros de ficar pastando,rss...abração,chica

Luciana P. disse...

Pior é que acontece, rsrsrs. Mas acho que pior do que o ato em si é acreditar que a mocinha está apaixonada por ele.

Esses remédios milagrosas operam é tragédias...
Beijos

Tati disse...

Sabe eu pensei que este texto fosse ser completamente diferente do que ele é... E sinceramente apreciei o que ele é, você conseguiu fazê-lo imenso em significado com pouquissimas linhas, eu preciso muito aprender isso

'não tem graça'

Fechou imensamente bem!

Abraço

Luci disse...

e alguma vez vc. viu o contrário? pode até ser, mas é raro e sabe pq?
pq mulher ve a vida com outros olhos!
bj Dil

César Elias disse...

...grande post! Adorei!

E essa vida sexual tardia chegou às estatísticas. Aumentou, e muito, a prevalência de HIV na terceira idade. Tanto, que ano passado a campanha do ministério da saúde era diretamento com esse público...
Não que eu seja contra a bengala azul, mas por favor, né?!
--> Aprecie com moderação!

César Elias disse...

..em tempo:
muito bom o desenho dos peixes no início do blog... e a frase pertinente nas vesperas da grande pescaria!

abraçao, Diler

saudade!