sexta-feira, 29 de maio de 2009

Ser feliz fazendo o outro feliz!


Quando penso em ideal de felicidade, lembro sempre de um conceito de amor que aprendi num encontro de jovens católicos: “Amar é ser feliz fazendo o outro feliz!”. Porque da mesma forma que o amor, a felicidade muitas vezes brota do fazer outrem feliz. E não falo em megalomaníacas invenções de felicidade, e sim da “microalegria”. O imenso prazer das minúsculas coisas.

Falando em alegria... no meu dia-a-dia muitas vezes faço os que me rodeiam rir. É um prazer inenarrável, ver que com simples palavras inusitadas, milhares de sensações prazerosas inundam os receptores dos que me cercam. Sinto isso a cada dia do meu trabalho. Ambiente em que meia palavra vira piada, e uma frase inteira já é livro de humor (livro esse que existe de verdade – um compendio das pérolas hospitalares... impublicáveis, é claro!). Poder transmitir esse espírito aos que de males sofrem, eis mais um grande motivo encarar a geada no inverno.

Falando agora de felicidade... ela passa, inevitavelmente, por esses momentos de alegrias. E também por perpetuá-los no amor. Engana-se aquele que coloca a felicidade em algo concreto, pois ela dista e muito de lá. Pensam os tolos: “quando eu passar no vestibular” “Quando receber meu aumento!” “Quando arranjar uma esposa!” “Quando rico estiver”! BOBAGEM!... idealizam algo que os parece um conceito de felicidade, pois nunca sentiram o gosto de verdade da plena felicidade. Do pleno amor. Do pleno Ser.

Em Deus encontro essa felicidade... E no outro Ele está. Fazer o outro sorrir, é enxergar no brilho desse sorriso o agradecimento eterno de Deus.

Hoje eu SOU feliz!

...E VOCÊ???

3 comentários:

Afrodite disse...

O ideal de amor e de felicidade está na nossa cabeça. Idealizamos tanto que não nos preocupamos em apenas sentir essas emoções, queremos torná-las eternas e achamos que assim viveremos felizes para sempre. É tudo bobagem, sim, achar que outras coisas nos farão felizes senão apenas o sentimento que podemoscompartilhar com o outro.

Adorei a reflexão!
Beijos
Bom início de semana pr vc.

DILERMArtins disse...

Mas bah, Doutor.
Muito boa sua postagem.
Parabéns!

Regina Elias disse...

Filho, a leitura deste texto me deu vontade de responder, ao ler tua pergunta no final: EU TAMBÉM SOU FELIZ.Feliz por ter teu sorriso,filhinho amado, feliz por poder sorrir para ti.
E teu sorriso sempre sincero e amável, me remete a presença de DEUS,tua fonte de inspiração.
Te amo!