sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

2010

Pauta para Blorkutando 118ª Semana

De todos os dias do ano o primeiro de janeiro é um dos meus favoritos, não apenas por ser minha data natalícia, mas principalmente, por ser denominado Dia da Fraternidade Universal. O ritual de passagem do ano velho para o novo é mais ou menos importante dependendo da cultura de cada povo ao redor do globo, mas uma coisa é certa, um fio de esperança une toda a gente nas noites de ano novo. Todos fazem uma espécie de inventário do ano que se vai e uma projeção do ano que chega. A mídia se esforça em colecionar imagens e fatos que marcaram o ano que finda e, por outro lado, consultam videntes e adivinhos em busca de previsões para o ano que começa.


“2010: O ano em que faremos contato”, segundo o romancista Arthur C. Clarke, foi na realidade o ano da Vuvuzela, da Jabulane, da Dilma, da Ficha limpa, do Arruda, do Tiririca, do Luís Urzúa, do Liu Xiaobo, da Sakineh Mohammadi Ashtiani, dos terremotos, das enchentes e dos vendavais, enfim, foi mais um ano de guerra e de paz.

Nesta noite de passagem de ano, temos uma nova oportunidade, não só de festejar as coisas boas ou de lamentar as ruins que nos aconteceram no ano passado, mas, uma oportunidade de nos fazer perguntas do tipo: Como vai a Fraternidade Universal? Como vai o planeta? Como vai o Brasil? Como vai meu Estado e minha cidade? E os amigos, os parentes, a saúde e o trabalho, como vão? E o espírito como vai? Estou pronto para a grande aventura chamada 2011? Estou pronto para viver mais um ano, ou até morrer nele, se for o caso? Estou pronto?

Um comentário:

Chica disse...

Parabéns pelo niver e desejo pra ti e teus um lindo e feliz 2011! abração,chica