quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Amor e Carnaval

Republicação, afinal é carnaval e os contos também gostam de sair por ai...




Abandonou as amigas no saguão e entrou no salão, sentiu o calor, o perfume e alegria que só os bailes de carnaval têm, olhou ao redor, procurando… Não achou, foi tragada pela massa de foliões, e sambou… Sua fantasia salmão misturou-se ao mar de cores, procurando e dançando, lá se foi dando voltas no salão, uma colombina solitária procurando por João.

O tempo passou e uma pergunta começou a incomodá-la, “será que ele não veio?” Ficou apreensiva, nervosa, o baile já não parecia aquela maravilha do início, toda aquela gente, o empurra-empurra, a música alta com muita percursão, os gritos, o cheiro de bebida, um confete impertinente colado no lábio, deu sede, vontade de desistir, ir embora…De repente, a salvação, como numa mágica, ao seu lado estava o Pierrô Branco de Máscara Dourada, tal qual Rosinha descrevera, “branco e máscara dourada”, era João! Fêz uma mímica de “oi” com a mão mexendo os dedos ao lado da cabeça e sorriu com os olhos, ele correspondeu ao seu gesto, segurou em seus ombros e saíram dançando no “trenzinho”.

Rosinha era sua melhor amiga, sabia de seu interesse por João e lhe dera a dica sobre a fantasia dele.

Brincaram pela noite, e beberam, e dançaram, e beijaram, e pularam, a alegria e a paixão tomaram conta de seus corpos e almas, e esqueceram a multidão, a música, a festa…Só haviam os dois, um para o outro…Ele a pegou pela mão e a levou, e ela foi…”Melhor do que eu imaginava!” Pensou.

Acordou meio tonta, meio sonhando, meio querendo acordar, meio querendo dormir... ”Que noite maravilhosa!” Balbuciou, virou na cama e sentado ao seu lado, assistindo seu sono, com um sorriso carinhoso estava Zé!

- Zé !

- Oi, dormiu bem?

Rosinha era sua prima, sabia do seu interesse pela moça e lhe dera a dica sobre a fantasia: Colombina Salmão. Dissera.

- Zé…

- Que foi. Não gostou?

-…Adorei !


Créditos:
Texto e imagem
Dilermartins

7 comentários:

Francisco Sobreira disse...

É, Dilermano, já conhecia esse conto. Mas foi bom relê-lo, pois me agradou tanto quanto o li pela primeira vez. Um bom fecho para o carnaval, que, espero, tenha sido bom pra você, mesmo no caso de não o temha brincado. Um abraço.

Chica disse...

Puxa, não sei quantas tentyativas fiz e não entra o comentário...Essa internet!

Mas vamos a ele! Lindo conto muito bom de ser lido!Valeu e agora, recomeçamos tudo?O carnaval acabou! abração,chica

Luciana P. disse...

Ah, carnaval, tantas histórias pra contar... Muito bom! Um conto é sempre um conto e nos traz muita coisa, lembrança na cabeça.

Um ótimo início de atividades pós-carnaval...

Flor ♥ disse...

Esses encontros de carnaval... belo conto, guri!

Bjs.

Max Coutinho disse...

Oi Diler,

Não conhecia este conto; mas amei e amei :D!

Espero que o teu Carnaval tenha sido bombástico: o nosso, aqui em Portugal, foi chuvoso e frio :(...

Um abração e bom fim-de-semana

Lunna disse...

Esses encontros de carnaval sempre prometem. rs
Mas cá entre nós, que bom que o carnaval passou, mais um. Bjs e bom domingo por aí.

Mimirabolante disse...

Muito bom o conto......amigo,agradeço a sua gentileza lá em casa......bjcas bem mimirabolantes p/ vc.....